sexta-feira, 1 de junho de 2012

Olha! já estou como a dona destas bolachas. odeio tudo!

O tempo está óptimo, o trabalho continua na mesma com clientes presentes e outros onlines. Tenho mantido alguns contactos com o japão, porto, beira interior, algarve... Os filhos crescem e mantém-se as discussões e conflitos de geração. (LARGA O COMPUTADOR! VAI ARRUMAR O QUARTO! JÁ TE PENTEASTE? PÁRA DE VER ESSA MERDA NA TELEVISÃO! JÁ TOU FARTA DE JUSTIN BEAVER! AINDA TE TRANCO ESSE CANAL! NÃO JOGUES À BOLA CONTRA AS PAREDES!VAI ESTUDAR QUE TENS EXAMES PRÁ SEMANA!) mas fora isso... a cozinha mantém-se fervilhante. tens de ver isto. São mesmo boas! Faço duas fornadas para os lanches da semana inteira. O zé continua a comer bolachinhas de alpista!

4 comentários:

ombemua disse...

Hehe adorei ler as coisas que nos dizemos ao nossos filhos.
Tal e qual ;)))
Dia feliz
Baci*

Melancia disse...

é pá tu nem me digas nada!
kisses!

Melancia disse...

Olha lá, já que já estas calhada nestas bolachas deixa a receita que namapetece traduzir!
Comprei uma coisa qe diz qué espatacular: dispara-biscoitos... Mas n vai ser esta semana que vou experimentar... Acho...

pantunes disse...

é simples mas não sei se funciona com o dispara coisas.
Reduz para metade na primeira tentativa.
Bate 2ovos com 250 manteiga amolecida. Junta 170 de açucar amarelo e outros 170 de açúcar branco. Se tens extracto de baunilha pões un cheirinho, eu ponho acúcar baunilhado. Mistura 270 de farinha BN, 1cchá fermento royal, 1/2 de flor de sal, 200 de aveia, 125 de pepitas (eu ponho chocolate culinária partidinho) e envolvo nozes ou amendoas ou aveas (o que tiver. Levo ao frio uma meia hora, disponho colheradas piqueninas sobre o papel e levo ao forno 180 até começarem a ficar lourinhas.
Eu também queria um dispára coisas. Acho que se meteres a mistura dentro do dito e levares ao frio, funciona na mesma.
Força com elas. São boas pacaraças