segunda-feira, 6 de agosto de 2012

de vez em quando, ser mãe é lixado

adoro ser mãe.
amo as minhas filhas.
amo o meu marido.
mas há alturas em que desejo que a segunda feira chegue para poder parar uns minutos.
este fim de semana aconteceu isso: as miúdas umas chatas para comer o sr. melão sem paciência absolutamente nenhuma e eu a mediar aqueles três com uma vontadinha de desatar aos berros... mas se já havia um aos berros, não era preciso outro.
acabou tudo a castigos. ora, se a pevide I se afiambra a gelados, bolos, bolachas e doces que tais, e está sempre pronta para comer isso e salsichas, e croquetes e toda uma panóplia de comidas do género, a que propósito é que para sopa, saladas, carne/peixe com batata, arroz e legumes não tem fome?!?! (sim, é mais apetitoso um gelado do que um arroz de peixe. eu sei.) mas para umas coisas há fome, para outras não há.
ora, azarucho, esta semana não há fome para pão com nutella, só há fome para pão com manteiga ou com fiambre. nem tão pouco há fome para gelados, chocolates, bolachas, bolos, cereais...
com a pevide II é outro campeonato. é um tormento dar comida àquela criança e há uma linha muito ténue que separa o é melhor ela ficar com isto no estomago do vamos lá dar mais uma colherzinha de comida à miúda, que nem sempre é perceptivel. porque, de facto, é melhor que ela fique com 6 ou 7 colheres (das de chá) de sopa na barriga do que vomitar tudo. e muitas vezes fico arrependidissima de insistir em dar-lhe mais uma colher, porque ela vomita tudo. mas ela tem muito beixo peso (pesa menos do que em maio) e precisa MESMO de se alimentar.
depois há o eterno problema para sair de casa de manhã... TODAS as manhãs é o mesmo. TODAS as manhãs digo o mesmo à I.
temos de comer rápido, a seguir a comer vais lavar os dentes e pentear o cabelo e todas as manhãs tenho como resposta um ''desqueci-me''.
todo o pequeno almoço é recheado de uma papagaia, (eu) a dizer come, come lá mais depressinha, estás à vinte minutos com o pão na mão, tens a comida há mais de 15 minutos à frente e ainda não começas-te a comer. olha, vou vestir-me, assim que acabares de comer vais lavar os dentinhos, etc. etc.
e TODOS os dias ela se 'desquece' e fica sentada, mesmo que já tenha acabado de comer, a olhar para ontem... e há dias em que vou até à casa de banho, penteio-lhe os cabelos e ela se 'desquece' de lavar os dentes! (mesmo quando digo, 'agora lavas os teus dentinhos') ou dias em que a visto e digo para calçar os sapatinhos e ... ela 'desque-se-se' que os calçar.
e há dias em que começo o dia aos berros, hoje não foi o dia, mas que me apeteceu, apeteceu!

3 comentários:

Odracir disse...

mãe sofre! ;)

mãe joão disse...

1. quantas e quantas vezes fico cansada de me ouvir... mas só eu!!
2. ou mais correctamente 1 PARABÉNS pelo seu blog. ~
3. já há algum tempo que venho aqui espreitar... Hoje não resiti a deixa um comentário

Melancia disse...

mãe joão:
pode acreditar, eu também fico cansada de me ouvir, sempre a papaguear.
obrigada e bem vinda!